4Sky
17 de Julho de 2008

Aí está ela de volta!

Existe o hábito, que até á pouco tempo eu achava saudável, de os jornais possibilitarem aos seus leitores 'postarem' os artigos. A novidade era interessante e eu aproveitei para fazer ouvir a minha voz de revolta ou de prazer, conforme o sentimento que o artigo em questão me provocava. Existe até um semanário, que ainda faz melhor, permitindo o debate escrito entre os utilizadores, que tirando o tema futebol, é por norma elevado e saudável.

Andando eu por aí navegando e 'postando' a minha opinião lembrei-me por casualidade de rever um escrito que fiz num jornal diário, e qual não é o meu espanto quando me deparo com a ausência do dito 'post'. Fiquei surpreendido, mas não liguei nem dei grande importância. Mas pelo sim pelo não comecei a confirmar tudo o que lá deixava. E descobri esta pérola da censura, se o meu escrito fosse de encontro ao que eles queriam, estava lá, o que só aconteceu uma vez e por experiência minha, se eu me opusesse ao que lá estava de uma forma cordata , ele aparecia ou não, dependendo de quem o analisava, mas se eu reagisse e argumentasse então é que não aparecia mesmo. E temas existiam, que eu 'postava' ,que de tão sensíveis á causa do dito jornal, não havia hipóteses de eles me deixarem emitir ópinão e pronunciar.

Ora, se um jornal dá a possibilidade de terceiros opinarem devem respeitar a opinião que lá é colocada, salvaguardando, como é evidente, abusos de linguagem e difamação barata. Difamação que até é uma das armas do dito pasquim.

Pois não é o caso desta aberração da escrita, que faz tudo para deturpar e nunca analisar de forma correcta as noticias, tratando os amigos, por muito que façam mal ao país, com subserviência e graxa e deitando a baixo todos aqueles que enfrentam os amigos deles na busca da verdade. Eu digo que este pasquim não tem jornalistas, tem rapazes que fazem ditados. É um jornal que só gosta de corruptos, ladrões, assassinos, alguns políticos e pouco mais.

Durante anos homens sérios lutaram para ter o direito de escrever a verdade e emitir a sua opinião, em vez de fazerem as cópias que lhe passavam um bando de incompetentes. Hoje estes 'aprendizes de feiticeiro' fazem tudo o que os donos lhes mandam, abrindo assim a porta ao retorno do pensamento único, da incompetência e da boçalidade prepotente, matando assim o livre pensamento.

São o nojo da sociedade em geral e na de comunicação em particular. Estes 'Buxistas', vão acabar por matar a liberdade de imprensa.

Nunca mais abri a página destes fazedores de opinião torpe e do jeito aos amigos! O meu ultimo 'post' que lhes enviei era claro em relação ao que eu achava da censura em geral e da deles em particular.

E a partir dali, matei o Correio da Manhã!

publicado por 4sky às 16:49 link do post
17 de Julho de 2008

Marinho Pinto arrasou a justiça em Portugal!

E se for verdade tudo aquilo que ele disse e que já por várias vezes escreveu?

Como se move um país, quando o motor não funciona? Empurramos?

É estranha a reacção dos atingidos. Fingem-se ofendidos, cortam relações, mas não desmentem uma única palavra do que o homem disse. Imaginam eles lá do seu pedestal, que não têm que prestar contas a ninguém! Ora aí está uma reacção que vem dar razão ao que o bastonário disse.

Mas pronto parece que é assim que temos que viver, com estas atitudes e com estes juízes, portanto é aguentar e rezar para quando formos a tribunal nos calhe um que seja justo e imune a influências, que os há também de certeza.

O que me dói nesta história toda é a posição de alguns órgãos da ordem e alguns advogados, que atacam sem pudor nenhum, as directrizes da ,mesma na pessoa do seu bastonário. De que tem eles medo?

Que os juízes fiquem zangados e decidam fazer justiça sem olhar a quem, e aí termine a sua aura de supra sumos do direito, que afinal não o são?

Que se acabe o privilegio de alguns em favorecimento de todos?

Que se descubra algo nas suas actividades e relações que ponha a nu a credibilidade da justiça?

Não sei o que seja que move este tipo de gente, mas que eles estão em força, ai isso estão!

E de tal maneira estão imbuídos do espírito acusador/substituidor, que se esquecem que o Homem foi eleito democraticamente e pela maioria dos seus correligionários de profissão.

Onde fica a democracia para esta gente? Quando ele fez campanha não avisou que ia actuar desta maneira? Então quem estava do outro lado da disputa não teve argumentos para o combater?

É claro que teve, como também é claro que a maioria o preferiu a ele e ao seu estilo. Ao contrário do que possamos pensar a advocacia não são só uma dúzia de gabinetes em Lisboa, mas sim muitos por esse país fora, que lutam por ter um caso e pela oportunidade de o ganhar.

Mas mesmo que assim não fosse, que raio de democracia é esta que permite mudar o capitão a meio da sua função? Para que vão uns a votos e outros votar? Porque nos pedem que votemos, se depois não existe a certeza que quem é eleito tenha direito a cumprir o mandato?

Como é possível acreditar em pessoas, que sentindo que lhes está a fugir o poder, a única saída que encontram para o problema é queimar alguém em nome do seu, deles, egoísmo. Que raio de povo temos que admite que 20 ou 30 incomodados, destruam a vontade de 20.000 ou 30.000 votantes conscientes.

isto faz-me lembrar a história do PSD, só que aí e com a ajuda de alguns jornalistas os barões do PSD correram com o Presidente eleito, na altura isto cheirou-me a golpe palaciano com a ajuda da C.Social (vergonhoso a postura destes), e esperei a reacção dos órgâos eleitos. Foi com surpresa e algum agrado que vi o srº Menezes remeter-se ao silêncio, não permitindo que o PSD saísse com a imagem denegrida pela atitude que alguns tomaram, em compensação vejo agora na TV, os que pior deram a imagem do seu partido os que mais mal o trataram a aparecer todos inchados e a debitar argumentação pior que a anterior. Resultado, estas pessoas não querem saber de democracia, eleições, rigor ou honra, só querem poder a todo o custo, e é isto que nos quer governar. Vamos ~´a ver se esse partido não vai pagar isto bem caro.

Portanto tenho para mim, que quem não respeita uma eleição não merece o poder.

Tenham pudor e algum recato, deixem as falácias em casa, e respeitem quem defende a maioria da classe.

publicado por 4sky às 15:34 link do post
Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
arquivos
2008
2007
Posts mais comentados
3 comentários
2 comentários
1 cometário
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
favoritos

diversidades

links
comentários recentes
Através de mão amiga venho aqui solicitar-lhe uma ...
Boa Meu! Já gostei mais deste post, para além de u...
Tens todo o meu apoio mas não abuses, oh meu....An...
vê-se mesmo k foste tu k escreves-te isto...lolpre...
espero que tenhas razao obrigado pelo o apoio vou ...
Para já um excelente começo. Criatividade, arejado...
blogs SAPO