4Sky
17 de Julho de 2008

Aí está ela de volta!

Existe o hábito, que até á pouco tempo eu achava saudável, de os jornais possibilitarem aos seus leitores 'postarem' os artigos. A novidade era interessante e eu aproveitei para fazer ouvir a minha voz de revolta ou de prazer, conforme o sentimento que o artigo em questão me provocava. Existe até um semanário, que ainda faz melhor, permitindo o debate escrito entre os utilizadores, que tirando o tema futebol, é por norma elevado e saudável.

Andando eu por aí navegando e 'postando' a minha opinião lembrei-me por casualidade de rever um escrito que fiz num jornal diário, e qual não é o meu espanto quando me deparo com a ausência do dito 'post'. Fiquei surpreendido, mas não liguei nem dei grande importância. Mas pelo sim pelo não comecei a confirmar tudo o que lá deixava. E descobri esta pérola da censura, se o meu escrito fosse de encontro ao que eles queriam, estava lá, o que só aconteceu uma vez e por experiência minha, se eu me opusesse ao que lá estava de uma forma cordata , ele aparecia ou não, dependendo de quem o analisava, mas se eu reagisse e argumentasse então é que não aparecia mesmo. E temas existiam, que eu 'postava' ,que de tão sensíveis á causa do dito jornal, não havia hipóteses de eles me deixarem emitir ópinão e pronunciar.

Ora, se um jornal dá a possibilidade de terceiros opinarem devem respeitar a opinião que lá é colocada, salvaguardando, como é evidente, abusos de linguagem e difamação barata. Difamação que até é uma das armas do dito pasquim.

Pois não é o caso desta aberração da escrita, que faz tudo para deturpar e nunca analisar de forma correcta as noticias, tratando os amigos, por muito que façam mal ao país, com subserviência e graxa e deitando a baixo todos aqueles que enfrentam os amigos deles na busca da verdade. Eu digo que este pasquim não tem jornalistas, tem rapazes que fazem ditados. É um jornal que só gosta de corruptos, ladrões, assassinos, alguns políticos e pouco mais.

Durante anos homens sérios lutaram para ter o direito de escrever a verdade e emitir a sua opinião, em vez de fazerem as cópias que lhe passavam um bando de incompetentes. Hoje estes 'aprendizes de feiticeiro' fazem tudo o que os donos lhes mandam, abrindo assim a porta ao retorno do pensamento único, da incompetência e da boçalidade prepotente, matando assim o livre pensamento.

São o nojo da sociedade em geral e na de comunicação em particular. Estes 'Buxistas', vão acabar por matar a liberdade de imprensa.

Nunca mais abri a página destes fazedores de opinião torpe e do jeito aos amigos! O meu ultimo 'post' que lhes enviei era claro em relação ao que eu achava da censura em geral e da deles em particular.

E a partir dali, matei o Correio da Manhã!

publicado por 4sky às 16:49 link do post
17 de Julho de 2008

Marinho Pinto arrasou a justiça em Portugal!

E se for verdade tudo aquilo que ele disse e que já por várias vezes escreveu?

Como se move um país, quando o motor não funciona? Empurramos?

É estranha a reacção dos atingidos. Fingem-se ofendidos, cortam relações, mas não desmentem uma única palavra do que o homem disse. Imaginam eles lá do seu pedestal, que não têm que prestar contas a ninguém! Ora aí está uma reacção que vem dar razão ao que o bastonário disse.

Mas pronto parece que é assim que temos que viver, com estas atitudes e com estes juízes, portanto é aguentar e rezar para quando formos a tribunal nos calhe um que seja justo e imune a influências, que os há também de certeza.

O que me dói nesta história toda é a posição de alguns órgãos da ordem e alguns advogados, que atacam sem pudor nenhum, as directrizes da ,mesma na pessoa do seu bastonário. De que tem eles medo?

Que os juízes fiquem zangados e decidam fazer justiça sem olhar a quem, e aí termine a sua aura de supra sumos do direito, que afinal não o são?

Que se acabe o privilegio de alguns em favorecimento de todos?

Que se descubra algo nas suas actividades e relações que ponha a nu a credibilidade da justiça?

Não sei o que seja que move este tipo de gente, mas que eles estão em força, ai isso estão!

E de tal maneira estão imbuídos do espírito acusador/substituidor, que se esquecem que o Homem foi eleito democraticamente e pela maioria dos seus correligionários de profissão.

Onde fica a democracia para esta gente? Quando ele fez campanha não avisou que ia actuar desta maneira? Então quem estava do outro lado da disputa não teve argumentos para o combater?

É claro que teve, como também é claro que a maioria o preferiu a ele e ao seu estilo. Ao contrário do que possamos pensar a advocacia não são só uma dúzia de gabinetes em Lisboa, mas sim muitos por esse país fora, que lutam por ter um caso e pela oportunidade de o ganhar.

Mas mesmo que assim não fosse, que raio de democracia é esta que permite mudar o capitão a meio da sua função? Para que vão uns a votos e outros votar? Porque nos pedem que votemos, se depois não existe a certeza que quem é eleito tenha direito a cumprir o mandato?

Como é possível acreditar em pessoas, que sentindo que lhes está a fugir o poder, a única saída que encontram para o problema é queimar alguém em nome do seu, deles, egoísmo. Que raio de povo temos que admite que 20 ou 30 incomodados, destruam a vontade de 20.000 ou 30.000 votantes conscientes.

isto faz-me lembrar a história do PSD, só que aí e com a ajuda de alguns jornalistas os barões do PSD correram com o Presidente eleito, na altura isto cheirou-me a golpe palaciano com a ajuda da C.Social (vergonhoso a postura destes), e esperei a reacção dos órgâos eleitos. Foi com surpresa e algum agrado que vi o srº Menezes remeter-se ao silêncio, não permitindo que o PSD saísse com a imagem denegrida pela atitude que alguns tomaram, em compensação vejo agora na TV, os que pior deram a imagem do seu partido os que mais mal o trataram a aparecer todos inchados e a debitar argumentação pior que a anterior. Resultado, estas pessoas não querem saber de democracia, eleições, rigor ou honra, só querem poder a todo o custo, e é isto que nos quer governar. Vamos ~´a ver se esse partido não vai pagar isto bem caro.

Portanto tenho para mim, que quem não respeita uma eleição não merece o poder.

Tenham pudor e algum recato, deixem as falácias em casa, e respeitem quem defende a maioria da classe.

publicado por 4sky às 15:34 link do post
08 de Julho de 2008

Ora então o próximo caneco da Liga é feito com ouro de Gondomar.

Sim senhor, boa escolha!

De quem foi esta bela ideia?

E onde a foram buscar?

 

Das duas uma ou em Portugal não existe pudor ou então tudo o que temos lido e ouvido é um esquema maquiavélico de alguém que está próximo da loucura.

 

O Apito Dourado, não o vou descrever porque ele é do domínio público, tem o seu epicentro em Gondomar e em ourivesarias desta terra, nas quais seriam adquiridas as supostas ofertas a árbritos.

 

Será que foi destes árbritos que veio a informação que a industria ourives de Gondomar era a melhor?

 

Será que afinal as ofertas não foram só para os árbritos, mas também para outras recentes pessoas do nosso futebol?

 

Será que já estão a tentar calar o Major, com esta ida as compras á sua terra eleitoral?

 

Será que já começaram a beber a cerveja da liga e estão já "empinados"'?

 

Será?

 

Será o que afinal?

 

Será falta de vergonha, ou será que afinal nada se passou e alguém inventou toda esta história para animar o defeso?

 

Ou será que nas suas idas a esta terra a D. Carolina Salgado, ao mostrar o Drº a quem os seus acompanhantes, iam dar umas tantas, olhou primeiro para uma ourivesaria e telefonou ao PC para ele lhe comprar lá umas jóias que eram lindas. E depois em conversa que os seus novos amigos lhes contou isto, e eles logo informaram os amigos da liga?

 

Ou será que eu sonhei, que li, que o novo troféu da liga vai ser, um copo em ouro a dizer sagres e feito em Gondomar?

 

Deve ser isso, porque é tão irreal, que não pode acontecer!

publicado por 4sky às 12:31 link do post
08 de Julho de 2008

E o futebol descambou!

Num país onde morrem, por ano, milhares de pessoas, vitimas de acidentes de transito, por excesso de consumo de bebidas álcoolicas, e outras tantas se ficam também devido a problemas físicos derivados do excesso de consumo de álcool, vem agora a Liga de Clubes anunciar que vai ter o patrocinio de uma cervejeira.

O futebol é acompanhado por dezenas de crianças, mas que interesse tem isso para estes fazedores do futebol português, querem lá eles saber se antes da imagem do clube do seu coração, as crianças vejam aparecer, pelo menos duas vezes, a imagem do Luís Figo ou do Vitor Baía a "emborcar umas cervejolas", como se aquilo fosse o elixir para uma boa prestação futebolistica.

Querem lá eles saber se os jovens adolescentes, que seguem idolos e imagens de marca, se guiem por aquilo que veêm, e lhes é apresentado como algo normal, e que até os mais avisados e com responsabilidade social, fazem com uma naturalidade sorridente dando a idiea que nada de errado há em beber cerveja.

Pelos vistos a cerveja não é uma bebida álcoolica!

Para quê então o cinismo de só premitir anuncios deste tipo de bebidas depois de determinda hora da noite, e porque não está a cerveja incluida neste ordenamento legal?

Os adultos, que deveriam ser os mais avisados, são no fim os que pior reagem ao consumo da dita "cervejola". Eles bebem sem moderação a acompanhar um jogo, quer o clube esteja na situação de vencedor ou perdedor eles bebem para comemerar ou afogar a tristeza. E no fim qual o resutado!?

É normalmente um de quatro, ou entrão no carro e arriscam, podendo de aí advir consequências para eles e para terceiros, ou vão a pé, chateando pelo caminho uma série de pessoas, ou teêm a sorte de nada lhes acontecer pelo o caminho e chegam a casa e chateiam todos os que lá vivem (algumas vezes com reacções bem violentas), ou ficam a dormir no sitio onde viram o jogo.

Casos existem, em que a bebedeira é tal ,que aí a partir do inicio da segunda metade do jogo, eles já estão tão bebados, que ou não veêm o jogo, porque já se passaram, ou não deixam os outros verem porque se tornam uns chatos implicativos, quando não se tornam agressivos, é que o álcool provoca excitação e a errada ideia, de que passamos a ter a coragem que nunca tivemos para enfrentar tudo e todos, porque passamos a ser imunes á dor.

O caminho deveria ser proibir a venda de bebidas álcoolicas em recintos com eventos desportivos em acção, e nunca ser patrocionado por essas mesmas bebidas.

Mas com esta liga de pseudo moralistas nada mais se poderia esperar!

 

 

publicado por 4sky às 11:51 link do post
Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
arquivos
2008
2007
Posts mais comentados
3 comentários
2 comentários
1 cometário
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
favoritos

diversidades

links
comentários recentes
Através de mão amiga venho aqui solicitar-lhe uma ...
Boa Meu! Já gostei mais deste post, para além de u...
Tens todo o meu apoio mas não abuses, oh meu....An...
vê-se mesmo k foste tu k escreves-te isto...lolpre...
espero que tenhas razao obrigado pelo o apoio vou ...
Para já um excelente começo. Criatividade, arejado...
blogs SAPO