4Sky
21 de Janeiro de 2008

Ter filhos!

Porquê? Para continuarmos a raça! Que raça? Ou, e que raça!

É raça, ou rassa? Devia de ser rassa porque e mais comprido e tem mais ar de sarna.

Vamos então a "rassa" e aos filhos do momento.

Os filhos deviam de ser concebidos com a personagem que na nossa vida nos fosse mais próxima, que nos agradasse mais, e esta personagem não e necessariamente aquela com quem ficamos mais tempo. Se o caminho fosse este, o resultado seria próximo do que um pai/mãe deseja que o seu filho seja, uma imagem melhorada de si mesmo, o génio adormecido que existe em si!

Esperamos dos filhos tudo aquilo que não conseguimos, e criticamos tudo aquilo que eles conseguem, achando sempre que podia ser melhor e maior, apesar de nunca lá termos chegado perto nem, em bastas vezes, conhecemos profundamente o que estamos a falar.

No sentido inverso, eles, filhos claro, pretendem saber tudo mais e melhor, e em vez de nos puxarem para eles tentam antes nos ignorar ignorantemente. Acham que já são capazes de tudo e de o fazer sem errar..., os tempos mudam as necessidades mudam, só o estar não muda.

Temos que continuar a ter filhos da nossa terceira ou quarta escolha!

Vivam uma eternidade, mas mudem a maneira de encarar a concepção de um filho.

 

CONTINUA

publicado por 4sky às 13:45 link do post
14 de Janeiro de 2008

Porque raio se juntam duas pessoas? Qual a necessidade de isso acontecer? E qual a razão de o mantermos?

Quem acha que o casamento e uma instituição tem toda a razão, devia era de referir que o sendo, é patrocionado pelo estado. Porque só uma instituição destas pode ter tanto poder sobre duas pessoas e as vezes 3, 4 ou mais.

O emparelhamento total de dois seres obriga a estados de espírito eternos, a sensibilidades paralelas, estares comuns enfim a cegueira!

Ora bem sendo duas pessoas iguais na altura da paixão, deixam de o ser aquando da primeira que estiver num momento lúcido, e aí descobrem que afinal não são iguais! Então porque continuam? -Por amor! Se é assim, o amor passa a ser o disfarce da continuidade sem fim.

Se dois seres se conhecessem, convivessem, se se usassem e quando acordassem se deixassem, não seria mais fácil!?

E os filhos? Quem os faria?

Simples seria um acordo celebrado com a pessoa que na altura nos parecesse mais adequada de nos realizar o desejo de o ter...

 

CONTINUA

publicado por 4sky às 13:29 link do post
10 de Janeiro de 2008

Tenho um amigo que está triste!

Tenho um amigo que já nem sabe se existe!

Tenho um amigo que queria ser feliz!

Tenho um amigo que já nem sente, nem diz!

 

Não há pior morte que aquela que ainda vive! Estranho mas nada mais verdadeiro, Já vão perceber porque.

Tenho um amigo que esta preste a matar tudo aquilo porque lutou toda a vida. E porque quer ele fazer essa loucura? E o que o levou a esse estado de ansiedade espiritual?

Um simples roubo!

O roubo da paixão, o roubo da alegria, o roubo do barulho, da ternura, da loucura, alegria...

o roubo do século , ou do quase meio século de vida.

Vivemos a pensar o futuro o que ele nos reserva, passamos a juventude na palhaçada entramos no ano adulto serios e cientes que a palhaçada agora e fina e quando temos realizado todos os sonhos alguem vem e o rouba, só por roubar, só para chatear, só para iludir o mundo.

Eu tenho que falar mais sobre isto, mas agora não me sinto bem com a tristeza de um amigo

 

Eu quero ter uma amigo que ate pode estar triste, mas que saiba que existe

Eu quero ter uma amigo que possa agora estar infeliz, mas que lute por ser feliz !

 

 

publicado por 4sky às 14:03 link do post
Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
arquivos
2008
2007
Posts mais comentados
3 comentários
2 comentários
1 cometário
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
favoritos

diversidades

links
comentários recentes
Através de mão amiga venho aqui solicitar-lhe uma ...
Boa Meu! Já gostei mais deste post, para além de u...
Tens todo o meu apoio mas não abuses, oh meu....An...
vê-se mesmo k foste tu k escreves-te isto...lolpre...
espero que tenhas razao obrigado pelo o apoio vou ...
Para já um excelente começo. Criatividade, arejado...
blogs SAPO