4Sky
30 de Abril de 2007

água...

muita...

não paramos....

nem conseguimos.

 

mais agua....

muita mais agua...

continuamos...

............................................!

 

porque não somos perfeitos?

porque só somos espertos?

 

 

Chovia.

No passeio as gentes chocavam umas nas outras sem se verem sem se sentirem só se tocando e não percebendo.

O bicho olhava para elas incomodado de tanta estranheza olhava para eles e só lhe vinha à ideia morder.Apetecia lhe abanar aquela gente, fazer com que perdessem aquele olhar vazio e opaco.

Mudou de rua!Pensando - que elementos estranhos estes do equilíbrio pedonal.Acho que não são interessantes.Riem do que não sabem, olham para o que não veem , falam do que nunca viram e choram por algo que não sentem.são estranhos muito estranhos.

Será que são assim porque estão mais longe do chão do que eu?

Será que são assim porque não sentem o chão directo?

Será que são assim porque a cabeça não roda quase 360º?

Será que são assim porque não se conseguem lamber todo sozinhos ?

Que espécie estranha, já os meus antepassados me avisaram que não era um ser confiável, mas eu tive que confirmar que ver que cheirar e não gostar.

O que se poderia fazer para os transformar este ser indefinido em algo sentido visível e apreciado?

-Sei lá talvez besunta-lo com óleo de extracto de osso!

Não! E não imagino o que lhe possa fazer para o tornar mais agradável a olhares normais e que veem .

ah! Já sei do que lhes posso dar para acordarem.

Talvez uma luta para poderem tomar partido.

Ou uma discussão para se poderem ouvir.

Ou quem sabe uma desgraça alheia para puderem carpir o cinismo alegre.

ou .....

Será que este ser não e capaz de nada sozinho ? Será que só sobrevive de sugar a vida dos outros seus iguais?

Como posso eu animal definir esta coisa? Como me posso fazer entender como me faço ouvir? Quantos latidos terem de zurzir para que me olhem e vejam?

Que gente esta?! Que estranhos ! que vazios!

E eu e que tenho que andar curvado quando são eles que rastejando pela vida, infelizmente a controlam!

que injustiça

 

Que pena a água que cai

não lavar a mascara

não a amolecer e derreter

não fazer desaparecer

não acalmar a borrasca

d'uma vida que segue e não vai

publicado por 4sky às 23:21 link do post
Boa Meu! Já gostei mais deste post, para além de uns sorrisos pensativos, e por serem pensativos são sorrisos.

sonhos animais
Sonhador de Alpendre a 1 de Maio de 2007 às 18:08
Através de mão amiga venho aqui solicitar-lhe uma visita ao nosso humilde blogue http://modelkitoeiras.blogs.sapo.pt e pedir-lhe uma história sua com brinquedos.

saudações
modelkitoeiras a 3 de Outubro de 2007 às 12:37
Abril 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
28
29
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
2008
2007
Posts mais comentados
3 comentários
2 comentários
1 cometário
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
favoritos

diversidades

links
comentários recentes
Através de mão amiga venho aqui solicitar-lhe uma ...
Boa Meu! Já gostei mais deste post, para além de u...
Tens todo o meu apoio mas não abuses, oh meu....An...
vê-se mesmo k foste tu k escreves-te isto...lolpre...
espero que tenhas razao obrigado pelo o apoio vou ...
Para já um excelente começo. Criatividade, arejado...
blogs SAPO